UMA ESCOLHA PARA A VIDA

Há cerca de uma semana,

decidi mudar a minha vida, as minhas escolhas.

Devo dizer-vos que nunca fui uma amante de carne. Era algo que comia de vez em quando, maioritariamente fora de casa. Quanto ao peixe, já era outra conversa, poís desse eu gostava e muito, assim como alguns lacticínios (queeeeeeijo). Quando embarquei nesta aventura de perder uns quilos a mais (há 4 anos atrás), acabei por reduzir determinados alimentos e a carne foi uma delas.

Nunca tinha pensado sobre o vegetarianismo e o mundo vegan, era um tema sobre o qual ainda não me tinha dado ao trabalho de debruçar. O que é certo, é que há umas semanas atrás, em conversa com a minha prima Sofia, o assunto veio à baila e decidimos ver (ela em Paris e eu em Aveiro) alguns documentários centrados nestas questões. 

Bem, devo dizer-vos que não é algo que se consiga ver facilmente, são sem dúvida documentários que nos fazem repensar nas nossas escolhas de vida. Aquele que vi primeiro chama-se “Cowspiracy” que aborda de uma forma bem realista a insustentabilidade do nosso planeta. E agora vocês perguntam, mas o que é que isso tem a ver com o mudar de alimentação? TUDOOOO!!! O que não falta neste tipo de documentários, são opções plausíveis para deixarmos de consumir carne, de comer animais.  Este primeiro documentário fez-me logo querer mudar, fez-me repensar numa série de crenças e hábitos que já me eram intrínsecos. Se pensei nas questões do planeta?   pensei, claro que pensei, mas confesso-vos que não foi nunca essa a principal razão que me fez mudar. A principal razão foram os animais.

cowspiracy-poster

Abalada com “Cowspiracy”, decidi que era a altura ideal para dar continuidade à minha mudança e assistir a algo mais aterrador, mais realista, que na minha opinião todos nós sabemos destes acontecimentos mundiais, mas tal como eu, não tomamos consciência plena destes acontecimentos para não termos de lidar com a realidade. Malta, se com o documentário anterior verti umas lágrimas, com este, eu abri mesmo a torneira. O filme  “Earthlings” (Terráqueos, em português) mostra-nos o funcionamento das fazendas industriais e relata a dependência do ser humano pelos animais para obter alimentação, vestuário, diversão e experiências científicas.

Posso dizer-vos que dormi mal a noite toda, “Earthlings” virou-me ao contrário e deu-me um murro no estômago. A partir daqui, foi fazendo tudo sentido, deixei de me debater com algumas questões, como por exemplo, o porquê de alguns países da Ásia comerem cães. Ensinam-nos a amar um determinado tipo de animais e a torná-los como os nosso animais domésticos, mas onde ficam os outros? não podem ser amados? não podem ser domésticos também? Não me cabe a mim fazer as vossas escolhas, nem muito menos criticar o que comem ou não. A mim, cabe-me a minha consciência, a minha “pegada” no planeta. É claro que já comi muita carne, muitos animais, que já usei muitos produtos que foram testados neles e tenho outros que são em pele. O que importa é que a partir da minha escolha isso fique para trás, porque eu não posso mudar o que já fiz, mas posso mudar o que irei fazer. 

EarthlingsPoster_copy

O meu caminho até aqui ainda é minúsculo, mas digo-vos de coração, que é reconfortante e positivo aquilo que me espera pela frente. Tenho andado a pesquisar inúmeras receitas, alternativas e documentários que abordem estas questões todas. É claro que vou ter saudades do sushi, daqueles hambúrgueres e de todo tipo de queijos que já provei, porque era algo que eu realmente gostava de comer. Tenho tido alguma dificuldade na seleção de produtos de consumo porque em quase todos, está presente um derivado qualquer. Acredito que a longo prazo, deixarei de ter essa dificuldade. 

Deixo-vos ficar os nomes dos documentários que vi. Espero sinceramente que o meu testemunho vos suscite curiosidade e que também vejam esses documentários. 

Beijocas

Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade (Netflix)

Earthlings (Youtube)

What the Health (Netflix)

Anúncios

CORES TROPICAIS

Os brunches, definitivamente, vieram para ficar!!!

Se são do tipo de pessoa que adora quebrar a rotina alimentar, não podem deixar passar em branco o belo do brunch.

Num destes domingos, decidimos passar o dia no porto e experimentar o brunch do Zenith. Sou fã de ovos e recentemente fiquei fã de ovos poché que são qualquer coisaaaaa!!! Optei por comer uma tosta barrada com abacate, ovos poché, bacon e molho holandês. Estava uma delícia e para acompanhar, escolhi um chá frio de pêssego sem açúcar. Esta é uma das várias opções que o Zenith tem ao vosso dispor. Apresenta uma grande variedade de escolhas ao nosso dispor. 

Acabamos por passar a tarde no Base, um espaço ao ar livre muito agradável situado no Passeio dos Clérigos que funciona como esplanada, mas ao mesmo tempo, organiza atividades de saúde e bem estar, culturais, desportivas e festivas.

Despeço-me deixando-vos ficar algumas fotos dos locais e do outfit escolhido. Se for o caso, boas férias.


Beijocas 

 

FullSizeRenderIMG_1384IMG_1385IMG_1380IMG_1409IMG_1386

Anel : Pandora |Carteira: Primark | Colar: Pura Filigrana \ Saia: Zara | Sandálias: Zara | Óculos de sol: Unno | Top: Feito à mão (já tem 3 anos)

VIBES DE VERÃO

Olá amores,

O sol veio para ficar e veio praticamente em modo verão. Finalmente mudei de casa, foi sem dúvida uma tarefa árdua, mas já está e o que tem que ser tem muita força. Prometo-vos que mal consiga, partilho com vocês um pouco mais sobre esta experiência e sobre a casa nova. 

O que venho partilhar com vocês hoje, é mesmo o meu primeiro dia de praia. Sim, ouviram bem é o primeiro dia de praia e no inicio do mês de Abril. Andava desejosa para ter um daqueles dias em que estamos literalmente à tosta.  A melhor parte é que não foi um, mas sim três dias a “praiar” o que já deu para repor alguma cor, ainda que pouca, pois estive cerca de duas horas por dia ao sol. 

Espero que mais dias como estes se avizinhem. Deixo-vos ficar os bikinis escolhidos, são todos desta coleção. Espero que gostem. 

Beijocas 

FullSizeRender 17FullSizeRender 21IMG_6427FullSizeRender 19FullSizeRender 18FullSizeRender 20.jpg

Bikinis: Calzedonia | Jeans: Zara | Sapatilhas: Pull&Bear | Swimsuit: Calzedonia | Óculos de sol: Ray-Ban

ESTILO URBANO

Adoro combinar vários estilos.

Mais uma vez, cá estou eu a usar maioritariamente a cor preta “same love”. A moda, ou o estilo Street style é nada mais nada menos que a moda que advém das cidades, das pessoas, independentemente da classe social e cultura. Não advém necessariamente das marcas mas sim, do estilo de cada um. 

No look fotografado, destacam-se principalmente os acessórios. Achei que ficaria muito mais “in” se usa-se um cinto mais arrojado ou até mesmo dois cintos, só que, nada como experimentarmos e sem dúvida que o escolhido foi o cinto efeito suspensórios meio S&M (sadomasoquista). Apesar de arrojado, é um outfit super confortável e prático.

Beijocas

FullSizeRender 15IMG_5525.JPGIMG_5553.JPGIMG_5035

Botins: Seaside | Carteira: Michael Kors| Chapéu: Primark | Cinto:  Stradivarius | Óculos de sol: Ray-Ban| Vestido: H&M

AZUL 

Amores,

Até parece mentira, 17 dias depois estou de volta. Tenho andado a mil à hora. Vou mudar de casa dentro de 2 semanas e como seria de esperar, tenho mil e uma coisas para fazer. Mesmo assim, com o trabalho pelo meio (graças a deus) consegui arranjar um tempinho extra para fotografar um dos looks da semana passada.

Desta vez, o look foi fotografado por alguém que já está lançada nos mundo dos blogs à algum tempo, o que foi de todo uma mais valia. Para além da sessão fotográfica, deu para colocarmos um pouco a conversa em dia e ainda tive direito a alguns truques no que diz respeito à arte de fotografar e afins.

Espero que gostem do outfit escolhido, sou fã do azul e no post de hoje , é mesmo isso que se comprova. Obrigada querida Joana Vaz.

Beijocas

 

FullSizeRender 9.jpgFullSizeRender 7.jpgFullSizeRender 8.jpgIMG_4406.JPG

Botins: Seaside | Carteira: Carolina Herrera | Macacão: Zara | Óculos de sol: Ray-Ban | Relógio: Just Cavalli 

PODER FLORAL

Olá malta,

Correu bem o vosso dia dos namorados? Espero que sim. O meu correu normal, como um outro dia qualquer. É uma data à qual não ligo muito, aliás, uma curiosidade sobre mim, não ligo praticamente a estas datas comemorativas, no entanto, ligo muito ao meu aniversário e ao das pessoas que me são realmente muito chegadas.

Mas falando de outro assunto, hoje trago-vos mais uma das minha peças de roupa preferida que inclusive, está no meu post anterior. Mais uma vez, cá está a cor preta só que com várias cores e flores à mistura. O que mais gosto nesta sweatshirt são as mangas em balão e a mistura de cores. Confesso que sou fã de mangas com volume, sejam elas em vestidos, camisas ou sweatshirt. Espero que gostem do look escolhido. 

Beijocas

img_3152FullSizeRender-2.jpgfullsizerender-1IMG_3175.JPGFullSizeRender.jpg

Botins: Seaside | Carteira: Zara | Jeans Pretos:  Pull&Bear | Sweatshirt: Zara | Vestido: Mango | Óculos de sol: Marc Jacobs

ALGODÃO DOCE

 

img_2765img_2812img_2759

 

Qual é a probabilidade de entrares numa loja Zara e de te apaixonares pela nova coleção? Para mim é de 100%. Recordam-se do post anterior? Poís é, parece que vou dar algum descanso à cor preta e vou abraçar os tons pastel. Vestidos, camisas, sapatos, todos uma perdição e preparem-se, porque se forem como eu, fãs de folhos e do efeito balão vão ter inúmeras peças assim.  

Já me rendi a algumas, inclusive vou partilhar com vocês num próximo post, quais são as minhas peças preferidas neste início de coleção. Que vos parece? Até lá, deixo-vos ficar mais um look. Desta vez, um estilo mais desportivo fora dos tons escuros a que vos tenho habituado. 

Beijocas 

Earrings: Parfois | Handbag: Michael Kors | Jeans: Pull & Bear | Sunglasses: Ray-Ban | Sweatshirt: Zara | Sneakers: Pull & Bear