MALDIVAS

Hey dreamers,

Estou ansiosa por partilhar com vocês tudo sobre as nossas férias maravilhosas.

No início do ano, começámos a pesquisar os possíveis locais que queriamos conhecer e os escolhidos foram Mauricias, Zanzibar e Maldivas. A nível de orçamento andavam todos mais ou menos dentro do mesmo valor, mas a verdade é que ir às Maldivas era o meu sonho de viagem. Gostamos bastante de locais tranquilos, repletos de mar e vegetação de preferência com poucos lagartos (quem me acompanhou pelo instagram no decorrer desta viagem sabe o meu terror no que toca a lagartos “lol”). As Maldivas são conhecidas pelo seu imenso mar azul turquesa, cristalino e de ótima temperatura, o suficiente para me conquistar à primeira vista.

Como vocês sabem, eu não adoro de todo andar de avião, mas também não me impede de sair para conhecer o mundo. Não é uma viagem fácil, são no minímo 14 horas de viagem sem contar com as escalas. Partimos de Lisboa com a Turkish Airlines até Istambul numa viagem de 4:30h e por lá fizemos uma escala de 10h, que foi sem dúvida a parte menos boa destas férias e para vos ser sincera, nem sei como essas 10h passaram tão rapidamente. De seguida, partimos de Istambul novamente com a Turkish Airlines até Malé numa viagem de 8:30h.

Chegando à capital das Maldivas, aguardámos cerca de mais 2:00 H até ao nosso voo doméstico (para quem não sabe, é o termo utilizado para um voo de curta duração entre dois aeroportos de ilhas próximas) com a duração de 30 minutos e de seguida fomos de barco por mais 15 minutos até à ilha onde se encontrava o nosso hotel. O pôr do sol presenteou-nos com umas cores maravilhosas, senti logo que seriam uma férias incríveis e um local que iria deixar muitas saudades.

As tarifas nos hotéis variam muito conforme o tipo de regime que se escolhe e por isso mesmo, optámos por ir com pensão completa (PC) e digo-vos já que foi a melhor opção. Tivemos direito às 3 principais refeições e tinhamos diariamente direito a água no quarto e em todas as refeições. Pelo que me fui apercebendo ao longo das férias, as pessoas que iam com tudo incluído (TI) tinham para além do que nós já tinhamos incluído, algumas bebidas alcoólicas e o lanche. Sinceramente, por mais 500€ acho que não se justifica ir com TI até porque eram poucas as bebidas que estavam incluídas, muitos hóspedes acabavam por pagar por certas bebidas e no que toca ao lanche, achei que era pouco variado. No que toca às refeições que tínhamos direito (pequeno almoço, almoço e jantar) achei que tinha alguma variedade e inclusive tinha uma parte para vegetarianos e vegans. Claro que os temperos e a forma de confeção é bastante diferente à nossa, mas de uma forma geral, tinham boas opções e variedade.

A ilha onde está situado o hotel em que ficámos, é uma das ilhas com maior dimensão e para conseguirmos chegar a todo o lado a qualquer hora, optámos por alugar bicicletas que nos deram um “jeitaço”. Por lapso, não fotografei o interior das casinhas onde ficámos, sendo que foram 7 dias no Superior Beach Bungalow e 1 dia no Water Bungalow, mas deixo-vos ficar o link:

https://sunisland-maldives.com/accommodation#superior

https://sunisland-maldives.com/accommodation#water

Na minha opinião, o melhor é optarem por ficar uns dias em cada lado para variarem a experiência, porque é tão incrível saírem do Superior Bungalow Bungalow e dar uns míseros passos e estão na água com um mundo de areia práticamente só para vocês como descerem as escadas privadas do Water Bungalow e darem um valente mergulho. A nível de luxo os Water Bungalow são um pouco mais requintados mas digo-vos já que luxo é estar numa ilha daquelas com aquele mar fenomenal.

Como devem calcular, os dias passaram a voar, ainda nem acredito que já se passaram praticamente 15 dias desde que partimos em viagem, mas faz parte e todos nós sabemos que o que é bom passa rápido. O hotel disponibiliza sem custos adicionais 2 desportos aquáticos, snorkeling e canoagem os restantes têm custos. Naquele mar, tudo vale a pena e se tiverem oportunidade e gostarem, levem a vossa própria máscara de snorkeling à superfície.

Outra atividade gratuita que podem e devem aproveitar é a ida à ilha onde se situa o Hotel Holiday Island Resort que dispõe de espaços giros para uma bela de uma sessão fotográfica.

No dia em que fomos, o tempo decidiu surpreender-nos com uma chuvada e não conseguimos aproveitar nada, nem nos dias seguintes, porque o sol não se fez ver mais. Contudo, não desesperem porque aquele mar continua maravilhoso e como automáticamente a chuva faz com que o clima arrefeça, o mar parece ainda mais quente e torna-se numa piscina aquecida.

Por falar em piscina, o Sun Island Resort and Spa, o hotel em que ficámos hospedados, dispõe de uma mega piscina, mas nenhum de nos colocou lá os pés, pois tínhamos aquela piscina natural de mar né!!!

No que toca à animação não elevem as vossas expetativas e muito menos a comparem à animação do Caribe porque nas Maldivas o máximo que vão ter é uma noite de karaoke ou uma banda ao vivo. É tudo mega tranquilo e a verdade é que se vocês forem madrugadores como nós, nem vão sentir falta das festas. Claro que não lhes fazia mal nenhum incluírem mais animação, mas ficar pelo bar da praia a ouvir uma musiquinha também cai bem, acreditem. Por norma as 18:00h já está praticamente de noite, por isso aproveitem a ilha logo bem cedinho.

Malta, o que é que eu vos posso dizer mais?! É um local lindo, lindo, lindo com temperaturas que rondam os 32Cº (na semana em que fomos) e com um mar magnífico que ronda os 28Cº. Deixo-vos ficar mais imagens para se deliciarem com este paraíso e no final algumas dicas. Se tiverem qualquer dúvida ou curiosidade estou deste lado para vocês.

Beijocas

DICAS

Repelente para mosquitos (eles atacam bem por lá);

Proteção solar elevada (foi até agora o local em que senti que bronzeei com mais facilidade mas também se apanha escaldões com ainda mais facilidade);

Trocar euros por dólares;

Alugar bicicleta;

|Para verem mais sobre as Maldivas passem pelo meu Instagram|

O MELHOR MORA CÁ DENTRO

O nosso país é realmente incrível,

Temos praias maravilhosas rodeadas de uma beleza única. Eu cá, gosto sempre de manter os mesmos sítios por perto, dizem que devemos voltar aos sítios em que já fomos felizes e eu tento sempre manter a tradição. Albufeira, Portimão, Lagos, tanto faz, a minha escolha é quase sempre a mesma, Alporchinhos especificamente Praia da Cova Redonda. Depois, como tem ao lado mais outra que eu adoro, aproveito e dou sempre uma saltada até essa, que é a praia da Senhora da Rocha. 

Processed with VSCO with a4 preset

A ideia que tenho, é que o Algarve, é um destino que nos permite fazer praia por mais tempo, por isso, ainda vão a tempo de dar uma saltada até lá. Eu cá, aproveitei muito bem o meu verão mas, confesso que já não tenho vontade nenhuma de me esticar numa toalha e apanhar banhos de sol. 

Contudo, deixo-vos ficar as praias por onde passei. Se não conseguirem aproveitar este ano, ficam na mesma a saber quais são e para o próximo ano já têm mais umas praias para visitarem.

Beijocas

IMG_3596IMG_3594Praia da Cova Redonda

FullSizeRender 3FullSizeRender 4Praia privativa do resort Vila Vita

IMG_3597IMG_3598IMG_3599FullSizeRender 2.jpgPraia da Senhora da Rocha 

VIBES DE VERÃO

Olá amores,

O sol veio para ficar e veio praticamente em modo verão. Finalmente mudei de casa, foi sem dúvida uma tarefa árdua, mas já está e o que tem que ser tem muita força. Prometo-vos que mal consiga, partilho com vocês um pouco mais sobre esta experiência e sobre a casa nova. 

O que venho partilhar com vocês hoje, é mesmo o meu primeiro dia de praia. Sim, ouviram bem é o primeiro dia de praia e no inicio do mês de Abril. Andava desejosa para ter um daqueles dias em que estamos literalmente à tosta.  A melhor parte é que não foi um, mas sim três dias a “praiar” o que já deu para repor alguma cor, ainda que pouca, pois estive cerca de duas horas por dia ao sol. 

Espero que mais dias como estes se avizinhem. Deixo-vos ficar os bikinis escolhidos, são todos desta coleção. Espero que gostem. 

Beijocas 

FullSizeRender 17FullSizeRender 21IMG_6427FullSizeRender 19FullSizeRender 18FullSizeRender 20.jpg

Bikinis: Calzedonia | Jeans: Zara | Sapatilhas: Pull&Bear | Swimsuit: Calzedonia | Óculos de sol: Ray-Ban

DOMINGO DE OUTONO

Olá olá dreamers, cá estou eu novamente e de baterias carregadas.

Espero que o vosso fim de semana tenha corrido da melhor forma possível. Neste primeiro domingo de Outono, decidi aproveitar o bom tempo e regressar ao “meu” Norte. Nada que não seja habitual. Como mulher do Norte que sou, sempre que posso, lá vou eu às minhas origens.

E o que fiz eu? Fui passear para as praias de Gaia e às tantas, como já estava na hora do almoço, aproveitei e almocei por lá mesmo.

img_6252

IMG_6277.PNG

Posso-vos dizer que estava um dia mesmo agradável, pouco vento, cerca de 21Cº e praticamente sem nuvens.

img_6256

Como sou uma amante de praia, este tipo de passeios, deixam-me bastante revitalizada. A paisagem e a tranquilidade que o mar me transmite, tem um efeito muito positivo em mim.

bdox0237

jxip6425

Mais para o fim do dia, eu e o marido, passamos pela baixa do Porto. Ele queria fazer uma compras (coisa menos comum cá em casa lol, sou mais eu a consumista) e lá fomos nós. Para meu espanto, a rua de Santa Catarina estava muito tranquila, algo que também me agradou.

E quando demos conta, já estava na hora de regressarmos a casa e à ronha no nosso sofá.

Desejo-vos uma ótima semana e fiquem atentas às novidades desta semana.

Beijocas

Choker: H&M | Saia: Zara | Sapatilhas e Top: Pull&Bear | Óculos: Ray-Ban |

JÁ PASSOU UM ANO

Quando penso nisto até parece mentira, cliché eu sei, mas é a verdade, o tempo tem passado tão rápido nestes últimos anos.

Hoje decidi falar-vos da minha ida, há precisamente 1 ano atrás, à Republica Dominicana, mais concretamente a Bávaro. Mas, antes de falar de tudo o que englobou esta viagem, tenho de vos contar um pouco mais de mim.

Como alguns de vocês leram no meu primeiro post, eu passei parte da minha infância em Roma, o que envolvia muitas viagens de avião, ora com familiares, ora com hospedeiras. Até ver tudo tranquilo, as nuvens eram algodão e as viagens de regresso a Portugal eram mel. O certo é que não me custava nadinha, e verdade seja dita, nada como sermos crianças e sermos despreocupadas e desligadas de certos medos.

Pois é, mas isso era antes, agora “pelo-me” de medo de andar de avião, é um massacre. Mas, se se lembram bem, eu amo viajar, mas como tudo na vida, existem os prós e os contras. Queres viajar? Faz-te à vida menina Joana e deixa o medo em casa.

E pronto, no dia anterior já não durmo tão bem e na hora de embarque já estou com as mãos a pingar, mas vou! Lá estou eu, sentadinha no meu lugar a apertar a mão com toda a força ao meu marido, coitado, quase a dormir, ou melhor a entrar no décimo sono, e lá vou eu relembrá-lo que também treino força quando vou ao ginásio. E agora perguntam-se vocês, mas não és psicóloga? Certinho, e tenho os meus truques, mas, já dizia o outro, “casa de ferreiro, espeto de pau”. Aquilo lá descola e tal e às tantas já estou eu a pedir batatas fritas e afins, só me acalmo a depenicar porcarias.

E como fui eu, Joana Medricas da Silva parar a Punta Cana, com 8 horas de viagem pela frente? Gente nem eu sei. Fui de direta para conseguir ir a dormir e claro, levava comigo um comprimido mágico. Na hora da verdade zero, não usei o comprimido, a inteligência despachou-o para o porão. Bem, quando entro naquele mega avião e começa a ficar cheio, lá vem aquele filme de sempre que só me faz dizer “mas porque é que eu me meto nisto”, “estava tão bem em casa”, “mas porquê?

Passado 2 horas já não havia Joana Medricas da Silva, dormi 4 horinhas que me souberam pela vida. Entre filmes e desconstrução de medos, lá cheguei eu ao Caribe.

Sente-se logo uma humidade terrível, passado umas horas só pensava, “mas eu trouxe quantas pernas comigo?” quem tem problemas de circulação como eu, percebe bem o que quero dizer.

 Falemos de coisas melhores, ficámos num dos melhores hotéis da zona e fomos num regime tudo incluído que é o que compensa nestes países. Foram 7 dias muito bem passados, pelo meio fizemos amigos, ou melhor eu fiz, porque o meu marido já os conhecia, e estivemos praticamente o resto das férias juntos.

Relativamente a excursões, a que na minha opinião não podem deixar de fazer, é a da visita à Isla Saona. Bem, aquilo sim é um paraíso, tinha ficado lá as férias todas. Mas é algo que é impossível, pois estamos a falar de uma reserva natural, que naturalmente não tem hotéis. Quanto à comida do hotel, a opinião geral, de quem estava comigo e de quem passa por lá, é que é boa, que gostam. Não falta variedade, tem pratos de diversos países. Consoante o pacote de férias que escolherem, poderão ter direito a mais ou a menos refeições nos restaurantes típicos. Na minha opinião, nada de especial, faltava-me a minha rica gastronomia portuguesa.

Conclusão, hotel e condições espetaculares, comida média, água “quentérrima” e companhia perfeita.

Deixo-vos apenas um alerta, tenham muito cuidado com a água canalizada. Não é potável, aqui a menina, logo no primeiro dia lavou os dentes tranquilamente com a água da torneia. Resultado: passei a semana maldisposta, daí eu não ter apreciado tanto a comida deles, até mesmo as frutas. Se escolherem a mesma cadeia de hotéis em que me hospedei, só posso falar de onde estive, lavem com a água que vos é deixada diariamente na casa de banho, para além da água que deixam na suite. Se estão a ponderar ir para esses lados, façam-no, vão amar. Qualquer dúvida ou curiosidade disponham.

No final deixo-vos alguns links.

Beijocas.

FullSizeRender (8).jpg

img_2432

IMG_3407.PNG

IMG_2950.JPG

IMG_2747.JPG

IMG_2508.JPG

IMG_2729.JPG

IMG_2811.JPG

IMG_0538.PNG

img_2977

IMG_5816.PNG

IMG_3423.JPG

IMG_3245.JPG

fullsizerender-7

IMG_2870.JPG

IMG_3463.JPG

http://www.orbest.com/pt/a-nossa-frota/

http://www.bahia-principe.com/pt/resorts-na-republica-dominicana/resort-bavaro/

FÉRIAS

E por falar em férias, quem não gosta de umas boas férias? Quem diz boas, diz ótimas, diz maravilhosas, diz o que bem entender, quer é ir e ponto! Cada um certamente tira as suas férias quando pode e consoante aquilo que pode arcar. Eu cá não sou nadinha esquisita, só preciso de praia e praia e não sei se já disse PRAIA.

Este ano, decidimos ficar mesmo pelo nosso País (Portugal tem de facto praias espetaculares). A melhor parte das férias, no meu ponto de vista, é mesmo o facto de nos desligarmos das rotinas laborais (nem todos conseguem essa proeza), de estarmos um pouco mais com as pessoas que fazem parte da nossa vida e principalmente aproveitar melhor o tempo com elas e connosco. Sim, porque é realmente importante sabermos estar “a sós” e nem todas as pessoas gostam de estar de férias rodeadas de pessoas, existem mesmo aquelas, que preferem dedicar-se a elas mesmo, o que é legitimo.

No meu caso, nem tanto ao mar, nem tanto à terra (como se costuma dizer) mas, tenho sempre a tendência, e cada vez mais, para “poucos e bons” e  efetivamente foi algo que se concretizou e lindamente. Mas falando das minhas férias, este ano passamos então por alguns sítios do nosso belo Portugal. De Setúbal ao Algarve (que não posso deixar de referir, que estava com as melhores temperaturas marítimas de sempre, um caldinho) finalizando pelo centro (mais em concreto onde moro atualmente, Aveiro) e norte do País, de onde sou natural. Para quem tal como eu ama praia, ficam aqui as praias por onde passei.

Beijocas

 

Praia do Tamariz

img_1169

img_1150

Praia do Portinho da Arrábida

img_0463

img_1849

img_2026

Praia do Ribeiro do Cavalo

img_5569

fullsizerender-3

fullsizerender-5

Praia da Cova Redonda

img_3342

img_4504

img_3938

Praia da Senhora da Rocha

img_4110

img_0462

Praia do Carvalhal

img_4454

Praia (não sei confesso) entre Porto Covo e São Torpes

img_4476

Praia da Costa Nova

img_4759

Praia da Aguda 

fullsizerender-4
lggy3260

Tenho Vestido: Calzedonia, Cantê, Missguided, Asos, Zara e Women’secret.