COMO ASSIM A MIM?

Olá dreamers,

Como estão?

Já há muito que não escrevo algo por aqui ou público apenas um dos meus looks preferidos.

Isto de se ter um blog, uma conta de instagram, um trabalho e uma vida, às vezes não é fácil de gerir com apenas 24h por dia.

Todos nós estamos habituados aos clichês das redes sociais (a vida maravilhosa, os look incríveis, as viagens…) e ainda bem, assim também sonhamos um bocado. A verdade é que todos nós temos momentos menos bons só que nem sempre os partilhamos. Senti que ultimamente não tinha nada para vos acrescentar, nada para vos contar de “animador” e se há coisa que eu não gosto é de contaminar os outros com coisas menos positivas mas, as vezes, existem histórias/situação que devem ser partilhadas.

Quem me acompanha pelo meu instagram, apercebeu-se da minha fase menos boa deste verão passado. Do nada, comecei a deixar de dormir, a sentir alterações de humor e uma aceleração incomum.

Sempre me conheci de certa forma uma pessoa ansiosa. Falo rápido, sou despachada e sempre “speedada”. Tenho a noção de que nos últimos anos me fui vingando da ansiedade na comida, que muitas das vezes comia emocionalmente.

Recordam-se que sou licenciada em psicologia e tenho mestrado em psicologia clínica e da saúde, certo?

Pois aí é que está… anda uma pessoa a estudar estes anos todos, a saber a teoria e quando chega a sua vez de ser apanhada numa das psicopatologias mais incidentes dos dias de hoje não a reconhece.

A verdade é que fiz questão de partilhar com os meus seguidores do que se estava a passar comigo. Dos dias de privação de sono, da angústia e principalmente da fase bem menos cor de rosa.

Fiquei a saber que muitos de vocês passaram e estão a passar pelo mesmo. Fiquei a saber das vossas estratégias e formas de lidarem com a vossa ansiedade e isso de certa forma também me ajudou.

Eu procurei a ajuda de um profissional de saúde para que numa primeira fase me ajudasse a dormir. A privação do sono é das piores coisas para o nosso organismo e o pior é que este processo torna-se num ciclo vicioso. Para além disso, implementei a mim própria uma série de estratégias.

  • praticar desporto;
  • fazer Pilates ou ioga;
  • não ser tão exigente comigo no trabalho;
  • 1:30h antes de dormir desligar o telemóvel;
  • criar rotinas de sono;

Posto isto em prática, ao final da terceira semana já dormia bem melhor. Já não tinha insónias e o meu sono era de maior qualidade.

Posso dizer-vos que me foram receitados 3 medicamentos. Um para controlar aquele estado de ansiedade em que se sente o coração na boca, outro para me ajudar a ter sono através da produção de uma hormona responsável por tal e por fim um em sos caso tivesse alguma crise mais aguda de ansiedade.

Nunca cheguei a tomar aquele sos, ao final de uma semana já só tomava a medicação para me ajudar a dormir.

O que é certo é que passei a última semana de agosto e o mês todo de setembro lindamente. Tive uma noite ou outra em que senti mais dificuldade em adormecer mas nada de mais.

Chegou outubro, mais um mês, mais uma novidade né? Coincidências ou não, o dia 1 foi marcado pelo regresso da minha ansiedade só que desta vez bem agudo e assustador.

Acho mesmo que devemos aprender a partilhar as coisas menos boas uns com os outro. Não com o intuito de nos vitimizar mas sim de nos ajudarmos.

No próximo post partilho com vocês as aventuras mais recentes da minha ansiedade.

Até lá desejo-vos muita energia positiva.

P.S.: Sejam empáticos, amanhã podemos ser nós. E não se esqueçam, ser empático não passa por provar que a vossa dor/luta/sofrimento é maior que a do outro.

Beijocas ❤️

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s