ANO NOVO ATITUDE NOVA

Pois é, mais um ano que está a chegar ao fim e com ele tantas outras coisas. Tenho o hábito de estruturar objetivos sempre que um ano chega ao fim. Gosto de fazer uma retrospetiva daquilo que mais gostei, mas sobretudo daquilo que menos gostei e menos me acrescentou.

Vivemos numa sociedade individualista, carregada muitas vezes de interesses pessoais. Hoje mais do que nunca, temos que ter em conta que muitas das vezes não chega apenas afastarmo-nos de quem nada nos acrescenta pois, na prática, a nossa vida não funciona como no Facebook ou Instagram em que apagamos esses pseudo amigos. Todos nós ,certamente já tivemos na nossa vida pessoas negativas, críticas e portadoras de más energias.

A melhor forma de lidar com essas pessoas, é não lhes dar a mínima importância, evitando assim que esse tipo de pessoas contaminem a nossa boa disposição e a nossa atitude. Nem sempre conseguimos controlar quem entra na nossa vida, no entanto, conseguimos controlar o lugar que ocupam nela. Nem todas as pessoas nos trazem algo bom, algo positivo, mas, se conseguirmos manter essas pessoas longe, a nossa saúde mental vai agradecer.

É fundamental que comecemos a compreender a importância de ignorarmos certas situações, pois assim vamos evitar muitas “dores de cabeça” e vamos certamente ser bem mais felizes.

Ora, posto isto, eu recuso-me a aceitar o que quer que seja que não me acrescente, que não me faça bem!!! E por isso, este ano que está mesmo na reta final, vai levar com ele as cíticas negativas “dos outros”, as inseguranças e frustrações, as preocupações descabidas (o que os outros pensam de nós falam de nós…), o egoísmo e o interesse.

Gente, não estou aqui com falsos moralismos, eu de santa não tenho nada. É óbvio que também já errei, mas o mais importante é que decidi ser uma pessoa diferente. A verdade é que quando nos dizem ou até mesmo lemos aquelas frases do karma tipo “plante o bem, queira o bem e o resto vem” e as colocamos em prática, as coisas boas aparecem. Não adianta dizermos coisas bonitas para “inglês ver” as coisas boas veem de dentro e manifestam-se sempre nas nossas atitudes e comportamentos.

Ao trabalharmos diariamente as emoções tóxicas, estamos de certa forma a curar a nossa vida, pois tiramos um peso das costas. O melhor que temos a fazer é de facto esquecermos aquela raiva, trabalhar aquela tristeza e tornar os acontecimentos menos bons insignificantes ou até mesmo atribuir-lhes outro significado. Esta alteração comportamental vai dar-nos outra perspetiva do nosso sentimento de impotência, das nossas carências, frustrações e crises existenciais. Assim, trabalhemos cada mágoa, cada ressentimento e liberamo-nos das correntes que nos impedem de levarmos uma vida com mais qualidade.

Para este 2017 quero evoluir, quero paz interior, quero fazer para ser e para ter. Quero ainda por em prática todos os objetivos de trabalho que tenho estipulados. Dreamers, entrem neste novo ano com o pé direito. Levem também tudo de bom de 2016 e multipliquem-no em 2017. Apostem em vocês e sobretudo acreditem que são capazes. As pessoas com bem-estar elevado tendem a ter melhores relações sociais. Lembrem-se, as relações sociais positivas são necessárias para o nosso bem-estar, mas, a chave da felicidade está em nós. Ninguém melhor do que nós para sabermos o que queremos e o que não queremos.

 

img_4310

Beijocas

One thought on “ANO NOVO ATITUDE NOVA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s