JÁ PASSOU UM ANO

Quando penso nisto até parece mentira, cliché eu sei, mas é a verdade, o tempo tem passado tão rápido nestes últimos anos.

Hoje decidi falar-vos da minha ida, há precisamente 1 ano atrás, à Republica Dominicana, mais concretamente a Bávaro. Mas, antes de falar de tudo o que englobou esta viagem, tenho de vos contar um pouco mais de mim.

Como alguns de vocês leram no meu primeiro post, eu passei parte da minha infância em Roma, o que envolvia muitas viagens de avião, ora com familiares, ora com hospedeiras. Até ver tudo tranquilo, as nuvens eram algodão e as viagens de regresso a Portugal eram mel. O certo é que não me custava nadinha, e verdade seja dita, nada como sermos crianças e sermos despreocupadas e desligadas de certos medos.

Pois é, mas isso era antes, agora “pelo-me” de medo de andar de avião, é um massacre. Mas, se se lembram bem, eu amo viajar, mas como tudo na vida, existem os prós e os contras. Queres viajar? Faz-te à vida menina Joana e deixa o medo em casa.

E pronto, no dia anterior já não durmo tão bem e na hora de embarque já estou com as mãos a pingar, mas vou! Lá estou eu, sentadinha no meu lugar a apertar a mão com toda a força ao meu marido, coitado, quase a dormir, ou melhor a entrar no décimo sono, e lá vou eu relembrá-lo que também treino força quando vou ao ginásio. E agora perguntam-se vocês, mas não és psicóloga? Certinho, e tenho os meus truques, mas, já dizia o outro, “casa de ferreiro, espeto de pau”. Aquilo lá descola e tal e às tantas já estou eu a pedir batatas fritas e afins, só me acalmo a depenicar porcarias.

E como fui eu, Joana Medricas da Silva parar a Punta Cana, com 8 horas de viagem pela frente? Gente nem eu sei. Fui de direta para conseguir ir a dormir e claro, levava comigo um comprimido mágico. Na hora da verdade zero, não usei o comprimido, a inteligência despachou-o para o porão. Bem, quando entro naquele mega avião e começa a ficar cheio, lá vem aquele filme de sempre que só me faz dizer “mas porque é que eu me meto nisto”, “estava tão bem em casa”, “mas porquê?

Passado 2 horas já não havia Joana Medricas da Silva, dormi 4 horinhas que me souberam pela vida. Entre filmes e desconstrução de medos, lá cheguei eu ao Caribe.

Sente-se logo uma humidade terrível, passado umas horas só pensava, “mas eu trouxe quantas pernas comigo?” quem tem problemas de circulação como eu, percebe bem o que quero dizer.

 Falemos de coisas melhores, ficámos num dos melhores hotéis da zona e fomos num regime tudo incluído que é o que compensa nestes países. Foram 7 dias muito bem passados, pelo meio fizemos amigos, ou melhor eu fiz, porque o meu marido já os conhecia, e estivemos praticamente o resto das férias juntos.

Relativamente a excursões, a que na minha opinião não podem deixar de fazer, é a da visita à Isla Saona. Bem, aquilo sim é um paraíso, tinha ficado lá as férias todas. Mas é algo que é impossível, pois estamos a falar de uma reserva natural, que naturalmente não tem hotéis. Quanto à comida do hotel, a opinião geral, de quem estava comigo e de quem passa por lá, é que é boa, que gostam. Não falta variedade, tem pratos de diversos países. Consoante o pacote de férias que escolherem, poderão ter direito a mais ou a menos refeições nos restaurantes típicos. Na minha opinião, nada de especial, faltava-me a minha rica gastronomia portuguesa.

Conclusão, hotel e condições espetaculares, comida média, água “quentérrima” e companhia perfeita.

Deixo-vos apenas um alerta, tenham muito cuidado com a água canalizada. Não é potável, aqui a menina, logo no primeiro dia lavou os dentes tranquilamente com a água da torneia. Resultado: passei a semana maldisposta, daí eu não ter apreciado tanto a comida deles, até mesmo as frutas. Se escolherem a mesma cadeia de hotéis em que me hospedei, só posso falar de onde estive, lavem com a água que vos é deixada diariamente na casa de banho, para além da água que deixam na suite. Se estão a ponderar ir para esses lados, façam-no, vão amar. Qualquer dúvida ou curiosidade disponham.

No final deixo-vos alguns links.

Beijocas.

FullSizeRender (8).jpg

img_2432

IMG_3407.PNG

IMG_2950.JPG

IMG_2747.JPG

IMG_2508.JPG

IMG_2729.JPG

IMG_2811.JPG

IMG_0538.PNG

img_2977

IMG_5816.PNG

IMG_3423.JPG

IMG_3245.JPG

fullsizerender-7

IMG_2870.JPG

IMG_3463.JPG

http://www.orbest.com/pt/a-nossa-frota/

http://www.bahia-principe.com/pt/resorts-na-republica-dominicana/resort-bavaro/

4 thoughts on “JÁ PASSOU UM ANO

  1. Olá Joana, partilhamos a mesma universidade e até o mesmo curso, mas talvez com 2 anos de diferença. Tomei conhecimento do blog e tenho gostado dos temas abordados, principalmente este sobre a República Dominicana, não há como não gostar 🙂 Além da Ilha Saona que é verdadeiramente paradisiaca, também aconselho a visita à Dolphin Island que situa-se numa praia lindíssima e permite nadar com golfinhos, adorei 🙂 Boa sorte com esta aventura do blog, beijinho

    Gostar

      1. Sim, é muito possível que nos tenhamos cruzado. Já sigo no facebook 🙂 Tudo que esteja relacionado com psicologia, viagens, maquilhagem, ginásio e alimentação, temas dos quais gosto bastante, conta com o meu like 😉 Beijinho e muito sucesso para ti e os teus projectos

        Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s